Tem dificuldade em acordar de manhã, ou acorda cansado e sem vontade de voltar ao trabalho? Descubra como a sua alimentação pode ter um grande efeito nos seus níveis de energia. Comece um novo ano cheio de energia!

O início do ano é marcado pelos inúmeros desejos de mudança, sucesso e de melhoria nas diversas áreas da nossa vida. Depois das épocas festivas, voltar ao trabalho e ao ritmo exigente do dia-a-dia pode não ser tarefa fácil. Voltar ao trabalho, o stress e as poucas horas de sono são motivos suficientes para não conseguirmos encontrar a energia suficiente para a rotina diária.
No entanto, a alimentação pode ter um papel muito relevante na sua energia diária, ajudando-o a alcançar uma maior vitalidade, saúde e bem-estar. A fadiga debilita o nosso sistema imunitário, levando a que fique mais susceptível a doenças e depressões, pelo que uma alimentação adequada pode fazer toda a diferença no combate à fadiga e ao reforço das defesas do seu organismo. Tome nota:

Não fuja dos hidratos de carbono Estes são a principal fonte de energia do nosso organismo e não devem ser excluídos da alimentação. Opte pelas opções integrais e concentre a maior ingestão dos hidratos de carbono no começo do seu dia (pequeno-almoço e almoço), diminuindo o seu consumo ao final do dia.
Mais ferro Aposte em boas fontes vegetais de ferro, tais como feijão, lentilhas, espinafres, juntamente com alimentos ricos em vitamina C (por exemplo, os citrinos) para aumentar a absorção de ferro.
Hidratação A água é fundamental na maior parte dos processos fisiológicos do organismo, sendo também fundamental no combate à fadiga física e mental. Não se esqueça deste elemento tão importante! Ingira pelo menos 1,5L de água por dia (água, infusões, sopas).
Reforce a fruta e os vegetais Ricos em vitaminas e minerais, para além de contribuírem para a produção de energia, as vitaminas do complexo B ajudam também a garantir os níveis de neurotransmissores, melhorando o nosso humor, bem-estar mental e raciocínio.
Consuma gorduras boas Uma alimentação rica em ácidos gordos ómega-3 promove um bem-estar mental, ajuda a melhorar a memória e no combate a depressões. Inclua mais peixes gordos na sua alimentação, como o salmão ou a sardinha, sementes e frutos oleaginosos.
Aposte em superalimentos e suplementos naturais
Matcha – Apesar da matcha conter cafeína, as propriedades do aminoácido L-Teanina presente neste chá, neutralizam os efeitos negativos da cafeína, promovendo a concentração e energia (não recomendada para hipertensos).
Maca – com propriedades adaptogénicas, a maca é bastante energética, ajudando a aumentar a força e resistência musculares, apresentando também interesse como coadjuvante no tratamento da síndroma da fadiga crónica.
Guaraná – Contém guaranina, um alcalóide idêntico à cafeína. Contribui para combater a fadiga e reforçar a resistência física, mesmo em situações extenuantes.
Algumas plantas como o ginseng, a rodiola ou a ashwagandha ajudam a combater o stress, a fadiga crónica (física e intelectual) ou estados leves de ansiedade.

Alimente-se bem. Hidrate-se. Faça exercício físico regular e descanse o suficiente… Aposte numa vida com mais energia! Tenha mais vitalidade neste novo ano que começa! Bom Ano!

Experimente grátis

Venha experimentar uma aula grátis e ver o que nos faz ser um clube familiar

 

You have Successfully Subscribed!

Experimente grátis

Venha experimentar uma aula grátis e ver o que nos faz ser um clube familiar

 

You have Successfully Subscribed!