É comum questionarem-nos em consulta sobre ‘quais é que são as peças de frutas que posso comer?’ ou sobre ‘quais é que são as peças de frutas que não posso comer para conseguir perder peso?”.

Todas as peças de fruta são importantes, com funções essências no organismo. Estes alimentos fornecem vitaminas (sobretudo A, C e do complexo B), minerais (potássio, zinco, cálcio, magnésio, etc.), diferentes fibras alimentares, compostos protectores (antioxidantes) que ajudam a regular o organismo, e acima de tudo água. Por este motivo não existem frutas recomendadas e não recomendadas. Todas as frutas devem ser consumidas independentemente do objectivo, para optimizar a ingestão dos nutrientes referidos m cima.

Ainda que todas as frutas desempenham um papel essencial, e por isso é que não devemos deixar nenhuma de lado, devemos ter em mente que elas são, muitas vezes, fontes ricas em hidrato de carbono, mais especificamente, em açúcar. Por isso, as porções de fruta ingeridas devem ser ajustadas às nossas necessidades nutricionais, principalmente no que se refere às quantidades de hidratos de carbono.

Então quantas peças de fruta devemos, efectivamente, consumir por dia? Segundo o nosso guia alimentar, a Roda dos Alimentos, para uma alimentação saudável devemos consumir, diariamente, entre três a cinco peças de fruta fresca. Mas é importante ter sempre em conta a quantidade a que corresponde uma porção de fruta, sendo que este valor deve corresponder a uma peça que contenha entre 12 a 15g de hidrato de carbono, por 100g de fruta.

Segue uma lista de frutas com a respectiva quantidade de hidratos de carbono:

Açúcar na fruta

É importante consumir diferentes tipos de fruta. A fruta é uma peça fundamental numa alimentação saudável, de alto valor nutricional, que deve ser consumida diariamente.

Faça boas escolhas!