Regresso às aulas e das marmitas escolares!

Os lanches a meio da manhã e da tarde contribuem para manter a energia e a concentração ao
longo do dia. De forma a ajudar os pais com a alimentação dos filhos, seguem-se alguns conselhos:

As opções na lancheira devem ser variadas, criativas e coloridas, existindo muitas possibilidades sem que os pais percam muito tempo na sua preparação;
• Incluir a criança na escolha é importante para que ela se sinta envolvida na tomada de decisão;
• Negocie o lanche, dando a possibilidade de uma vez por semana, a criança poder decidir o que quer.

Que opções pode pôr na lancheira do seu filho?

– Uma fonte de hidratos de carbono, como o pão ou bolachas (mais simples), optando sempre
que possível pelo pão (mistura, centeio, alfarroba). Deve ter em conta a quantidade e qualidade
do seu recheio: optar por uma fatia fina de fiambre ou uma fatia de queijo. Enriquecer com uma
folha de alface, cenoura, tomate, beterraba, ervas aromáticas, etc.
– Os lacticínios, como o leite ou os iogurtes líquidos ou sólidos. O leite deve ser simples, sem
adição de chocolate e os iogurtes naturais ou de aromas, evitando os gregos e com pedaços;
– As frutas, preferencialmente da época, sendo importante variar o tipo de fruta proporcionando
maior aporte de vitaminas e minerais;
– Um punhado de oleaginosas, sem adição de sal, como nozes, amêndoas, avelãs;
– A água, preferencialmente num recipiente personalizado para incentivar o
respetivo consumo.

Um excelente ano letivo, muito saudável!