A sardinha é a iguaria típica dos Santos Populares! É bastante apreciada e consumida nesta época e durante os meses de Verão. É também a principal espécie usada na indústria conserveira portuguesa.

A sardinha é um peixe gordo saudável, rico em proteína e ómega-3 (gordura saudável com benefícios para a saúde), sendo também fonte de cálcio, fósforo, ferro, vitamina D (rara de encontrar em fontes alimentares), vitamina B12, entre outros micronutrientes. Pode considerar-se que faz bem à saúde pela sua riquíssima constituição a nível nutricional. O seu consumo contribui para a diminuição do risco de doenças cardiovasculares, diminuição da pressão arterial, prevenção de aterosclerose, diminuição dos riscos associados à Doença de Parkinson, entre outros. Por ser rica em ferro é também um excelente alimento para o auxílio no combate da anemia.

Na altura de comprar a sardinha deve ter-se em atenção que a sardinha fresca tem uma carne firme e aparência brilhante. Deve ser manuseada com cuidado, por ser um peixe frágil e a sua pele poder romper facilmente.

Para além da sardinha fresca e congelada, em Portugal, também se comercializa a sardinha em conserva, que pode estar em vários líquidos de conserva, são exemplos, água e sal, azeite, óleo vegetal, tomate picante, escabeche, etc. Fica uma breve comparação nutricional da sardinha crua, confeccionada e em líquidos de conserva:

Fonte: http://portfir.insa.pt/foodcomp/introduction